Caderno Corporativo da Adm Unochapecó

Socialização do Conhecimento na Área do Estudo da Administração

23.4.10

Perguntas relacionadas com o texto “A Gol levanta vôo!”

UNOCHAPECÓ – Universidade Comunitária Regional de Chapecó

Curso: Administração 1 período – Turma A

Disciplina: Introdução a Administração

Professora: Magda Bianchini Migliori

Acadêmicos: Daniela, Diogo Seganfredo, Junior Pedroso, Rafael Biondo, Tatiane Piovezan, Willian Dullius.

Perguntas e respostas relacionadas ao texto “ A Gol levanta vôo “.

1)Conceitue resumidamente, o modelo de negócios que a Gol utilizou para entrar no setor da aviação civil no Brasil.

A gol utilizou o ramo de transportes para entrar no setor de aviação, tinham mais de 30 empresas de ônibus, com demandas focadas na classe média. Alimentavam a idéia de criar uma companhia de aviação de baixas tarifas para que pudessem atender classes mais baixas.

2)Quais lhe parecem ser a missão e a visão da Gol?Você acha que eles mudaram ao longo dos anos?Consulte o site da companhia para confirmar sua resposta.

A missão é ganhar espaço no mercado de aviação com serviços de baixo custo, acessível a todos, e mantendo um bom padrão de atendimento.

A visão da empresa era de que reduzindo seus custos ela iria lucrar mais, o contrário das outras empresas que queriam oferecer serviços mais sofisticados e estavam falindo.

3) Faça uma análise SWOT para o inicio das operações da Gol.

Fazendo uma análise SWOT sobre a empresa GOL percebemos que os pontos fortes dessa companhia de aviação tem um foco voltado diretamente ao conforto de seus clientes, a facilidade e a agilidade dos serviços prestados, tudo isso contando pontos positivos para a GOL.

Já os pontos fracos da companhia, seria a simplificação nos seus serviços de bordo, perdendo assim clientes que preferem um serviço mais luxuoso e com mais regalias.

4)Segundo a tipologia de Michel Porter, qual é a estratégia de negócio seguida pela gol? Quais são suas principais vantagens competitivas?

Analisando a empresa GOL podemos perceber que ela vem crescendo cada dia mais devido as vantagens que ela oferece a seus clientes como por exemplo, viajens com preços muito mais acessíveis do que os da concorrência gerando assim um aumento no número de passageiros e também nos seus lucros. A empresa trabalha com um número reduzido de funcionários diminuindo as suas despesas, além da terceirização de todas as suas atividades gerando uma maior comodidade e confiança em seus passageiros por a empresa trabalhar somente com pessoas especializadas no assunto.

A estratégia de negócios utilizada pela empresa vem da inovação nos seus serviços, pois a cada dia que passa ocorre um aumento na concorrência, portanto inovar é fundamental. Outra estratégia utilizada foi a diferenciação nos serviços que a empresa fornece a seus clientes.

5) De que forma as estratégias funcionais contribuíram para o alcance dos objetivos da Gol?

A Gol decidiu manter a estratégia de continuar reduzindo os preço mantendo sempre abaixo dos seus concorrentes. Também pretende aumentar sua base de clientes por meio de ofertas de vôos mais baratos.

6) Utilizando a matriz BCG e a matriz GE/Mckinisey, qual é a posição ocupada pela Gol, no inicio das operações e atualmente,no portfólio de negócios da holding Áurea?E qual é a posição das empresas de ônibus?

Analisando as matrizes BCG e as matrizes GE/Mckinisey, podemos observar que a GOL está a cada dia crescendo mais, pois é uma empresa que tem uma participação dominante no mercado de trabalho e isso faz com que a empresa lidere o mercado de aviação. As empresas de ônibus também lideram um negócio cada dia maior, devido a não terem tantos concorrentes quanto as empresas aéreas.

7)Procure analisar o setor da aviação civil a partir do modelo das cinco forças competitivas de Michael Porter.

A aviação civil está passando por um momento difícil devido a grande concorrência das empresas aéreas. As empresas que conseguem se manter ativas no mercado de trabalho são aquelas que oferecem descontos a seus clientes, que são competentes e oferecem serviços de qualidade. Do contrário, se a empresa não tiver no mínimo essas qualidades certamente irá perder clientes e consequentemente falir.

8)A aquisição da Varig parece significar uma mudança na estratégica da Gol. Você concorda com essa afirmação? Será que a Gol conseguirá manter sua vantagem competitiva e seu modelo de negócios com a Varig?

Não! Na verdade com a compra da Varig a Gol teria mais fluxo no aeroporto de congonhas assim tendo mais pousos e decolagens. Sim! Pois eles manteriam as suas passagens e suas tarifas mais baratas, mantendo seus clientes e aumentando suas frota de aviões.

criado por williandullius    19:40:27 — Arquivado em: Administração

Estudo de caso

UNIVERSIDADE COMUNITARIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ – UNOCHAPECÓ

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO – 1° PERIODO TURMA” A “

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ACADEMICOS:

CLEITON PEZENATTO,

DAIANA TURRA

DANIEL VALMIRANDRADE,

GIOVANA PETUZZATTI

LUAN F. B. DE OLIVEIRA.

PROFESSORA: MAGDA

1) Conceitue, resumidamente, o modelo de negócios que a Gol utilizou para entrar no setor da aviação civil no Brasil.

R: Com o enfraquecimento da concorrência era uma boa oportunidade para o lançamento de uma companhia de aviação mais moderna e sem o passivo das empresas tradicionais.

2) Quais lhe parecem ser a missão e a visão da Gol?Você acha que elas mudaram ao longo dos anos?Consulte o site da Campânia para confirmar sua resposta.

R: Missão: o propósito do negocio da Gol era oferecer um serviço mais acessível a população, reduzindo custos pela oferta. Criando assim um novo campo de clientes que até então não eram enquadrados pelas concorrentes.

Visão: a empresa pretende continuar inovando ainda mais e modernizando com a preocupação de aumentar cada vez mais sua participação no mercado e aumentando seu numero de clientes.

Nos não achamos que ela mudara ao longo dos anos pois ainda continua com os mesmos objetivos e planos de crescer e oferecer cada vez mais os seu serviços aos seus clientes.

3) Faça uma analise de SWOT para o inicio das operações da Gol.

R: Pontos fortes:oferecer um serviço mais acessível as classes sociais mais baixas, procurando reduzir os custos pela oferta do serviço, dentre os pontos fortes destacamos o fato da frota ter um menor consumo de combustíveis e tendo uma frota moderna o custo com manutenção é bem menor. As aeronaves operavam com um numero de funcionários menores por aeronave. A venda de passagens é feita diretamente com o consumidor.

Pontos fracos:podemos citar o fato de a empresa não operar em frotas internacionais e oferecer menos luxo as seu passageiros

Ameaças:as ameaças ao negocio que a Gol havia planejado é colocada em pratica começou a surgir quando os seus concorrentes começaram a baixar os seu preços, através de promoções e mudanças no sistema de operação, a diferença nos preços que eram de 25% passou a ser de 11% no valor das tarifas .

4) Segundo a tipologia de Michael Porter, qual é a estratégia de negocio seguido pela Gol? Quais são suas principais vantagens competitivas?

R:A Gol manteve sua estratégia para continuar a reduzir os seu preços e manter a baixo dos seu concorrentes,o seu objetivo era inovar ainda mais e buscar novas tecnologias, mantendo uma frota moderna e elevando ainda mais sua produtividade por aeronave.

5) De que forma as estratégias funcionais contribuíram para o alcance dos objetivos da Gol?

R: A organização planeja dar sempre a melhor resposta a demanda dos consumidores. Um exemplo disso são os executivos de medias empresas, que constitui um elevado potencial de crescimento para o Gol. Para conquistá-los a companhia pretende realizar voos nos horários mais utilizados por eles e com preços mais acessíveis, alem de aumentar os investimentos em marketing voltado para esse segmento.

6) Utilizando a matriz BCG e a matriz GE/McKinsey, qual é a posição ocupada pela Gol no inicio das operações e atualmente, no portfolio de negócios da holding Áurea? E qual é a posição das empresas de ônibus?

R: Criar uma companhia de aviação há muito tempo. Sua idéia era estabelecer uma companhia de baixas,que abrem mão de regalias e serviços luxuosos nas aeronaves. Esse perfil se encaixava no lowcost ,low fare, baixo custo, baixa tarifa, que vinha transformando pequenas companhias em grandes sucessos por todo o mundo.

7) Procure analisar o setor da aviação civil a partir do modelo das cinco forças competitivas de Michael Porter.

R:

· Rivalidades entre concorrentes;

· Barreira à entrada de concorrentes;

· Poder de barganha dos compradores;

· Poder de barganha dos fornecedores;

· Bens substitutos.

8) A aquisição da Varig parece significar uma mudança na estratégia da Gol. Você concorda com essa afirmação? Será que a Gol conseguira manter sua vantagem competitiva e seu modelo de negocio com a Varig

R: Sim, pois por investir em aeronaves modernas diminuía o cisto com manutenção, as aeronaves por serem mais modernas eram mais leves e com isso diminuía o gasto com combustíveis, e também com menos funcionários por aeronave fez com que o custo das passagens diminuíram fazendo com que se tornasse mais accessível a todos.

criado por daianaturra    19:39:52 — Arquivado em: Administração

Estudo de casos; A Gol levanta vôo

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIAO DE CHAPECÓ – UNOCHAPECO

CENTRO – ÁREA DE CIENCIAS EXATAS E AMBIENTAIS

CURSO – ADMINISTRAÇAO 1 PERIODO

DISCIPLINA – INTRODUÇAO A ADMINISTRAÇAO

TURMA – A

PROF – MAGDA BIANCHINI MIGLIORI

Estudo de casos: A Gol levanta vôo

1. Conceitue resumidamente, o modelo de negócio que a gol utilizou para entrar no setor de aviação civil no Brasil?

Encaixa-se no modelo low cost, low fare (baixo custo e baixa tarifa). Utilizando os baixos custos com funcionários, aeronave. Baixando com isso o preço das tarifas.

2. Quais lhe parecem ser a missão e a visão da Gol? Você acha que ela mudou ao longo dos anos? Consulte o site da companhia para confirmar sua resposta.

Missão:

· Realizar vôos domésticos.

· Reduzir os gastos com serviços de bordo aumentar a produtividade por avião; diminuindo o tempo que os aparelhos. Permanecem no solo.

· Ter uma frota homogêneo e economia reduzindo despesas com manutenção e combustível.

· Utilizar aeroportos regionais médios onde as taxas cobradas das empresas são menores.

Visão:

· É montar uma companhia área com preço mais acessível à população diminuindo os custos por passageiro.

3. Faça uma análise SWOT para o inicio das operações da Gol ?

Enfraquecimento da concorrência era uma boa oportunidade para o lançamento de uma nova companhia de aviação. A idéia era de estabelecer uma companhia de baixas tarifas para atender as demandas das classes mais baixas.

4. Segundo a tipologia de Michael Porter, qual é a estratégia de negocio seguida pela Gol? Quais são suas principais vantagens competitivas?

É continuar inovando buscando novas tecnologias mantendo uma frota moderna e elevando sua estratégia para reduzir preços.

5. De que forma as estratégias funcionais contribuíram para o alcance dos objetivos da Gol?

As estratégias usadas pela Gol contribuíram para seu elevado crescimento utilizando a estratégia de marketing: vendo passagem pela internet com 81% em 2005. Estratégia de mercado; aumentar a quantidade de vôos, diminuir a tempo das aeronaves paradas, com isso aumentando o numero de vôos, estratégia financeira; diminuir os gastos com combustível, alimentação, manutenção eliminação da vip.

  1. Utilizando a matriz BCG e a matriz GE /McKinsey, qual é posição ocupada pela Gol, no inicio das operações e atualmente, no portofólio de negócios da holding áurea? E qual é a posição das empresas de ônibus?

A Gol iniciou suas atividades no dia 15 de janeiro de 2001. A média de ocupação no primeiro dia foi de apenas 32%, mas cresceu gradativamente e atingiu 70% apenas um ano depois. Hoje a Gol tem vantagem sobre as concorrentes por já ter iniciado com o modelo de low cost, low fare. (baixo custo, baixa tarifa). Isso lhe da uma enorme vantagem sobre seus oponentes.

As empresas de ônibus tiveram que rever os preços das suas passagens, baixando significamente, pois com o preço que a Gol oferece nas passagens com suas aeronaves e quase igual. Com isso os passageiros optam pelo avião, pois a diferença no preço da passagem é pouca. Sabe que a viagem de avião ele terá mais conforto, praticidade, mais rapidez para chegar ao seu destino, com isso uma viagem tranqüila e muito menos cansativa.

  1. Procure analisar o setor da aviação civil apartir do modelo das cinco forças competitivas de Michael Porter?

· Rivalidade entre os concorrentes

· Poder negocial dos clientes

· Poder negocial dos fornecedores

· Ameaça de entrada de novos concorrentes

· Ameaça de produtos substituto

  1. A aquisição da Varig parece significar uma mudança na estratégia da Gol. Você concorda com essa afirmação? Será que a Gol conseguirá manter sua vantagem competitiva e seu modelo de negócios com a Varig?

Acreditamos que não, pois a Gol usa várias estratégias de negócios, e funcionais; Estratégia marketing, estratégia de mercado, estratégia financeira, estratégia de produção e de recursos humanos. Ela continua atenta às mudanças no mercado, analisando constantemente os movimentos dos consumidores e dos concorrentes. A Gol vai se adaptando a nova aquisição, pois a Varig e uma das maiores companhias aéreas, com isso precisa se adequar para não perder clientes para seus concorrentes com uma equipe totalmente qualificada, e com custo baixo e tarifas baixas provavelmente a Gol conseguirá se tornar a maior empresa aérea no Brasil em poucos anos. Com isso aumentando ainda mais o seu faturamento.

Acadêmicos: Sidinei Vanzella

Elaine Benádio

Tiago Pasini

Delvik Lorengi

Jéssica Bordignhon

criado por sidineivanzella    19:38:21 — Arquivado em: Administração, Administração

Trabalho das Questões.

Questões:

  1. Conceitue, resumidamente, o modelo de negócios que a gol utilizou para entrar no setor de aviação civil no Brasil.

R: O modelo de negócio que a Gol utilizou era estabelecer uma companhia com baixas tarifas para atender a demanda das classes mais baixas, que avrem mão das tarifas e serviços luxuosas nas aeronaves. E seu modelo se baseava em cinco princípios: 1) Só realizar vôos doméstios; 2) Reduzir os gastos com serviço de bordo; 3) aumentar a produtividade por avião, diminuindo o tempo que os aparelhos permanecem no solo; 4) Ter uma froto homogênea e econômica, reduzindo despesas com a manutenção e combustível; 5) Utilizar aeroportos rgionais médios, onde as taxas cobradas das empresas são menores.

  1. Quais lhe parecem ser a missão e a visão da Gol? Você acha que elas mudaram ao longo dos anos? Consulte o site da companhia para confirmar sua resposta.

R: Atender a demanda das classes mais baixas com pequenas tarifas e serviços menos luxuosos que as outras companhias, lembrando que este perfil se encaixava no modelo low cort, low fare ( baixo custo, baixa tarifa) que vinha transformando pequenas companhias em grandes sucessos por todo o mundo.

Manteve sua estratégia para continuar reduzindo os preços e mantê-los abaixo dos concorrentes. Tendo como objetivo continuar inovando.

  1. Faça ma análise SWOT para o inicio das opeações da Gol.

R: Pontos Fracos: Ameaças: A alta concorrência do mercado. Aonde as outras empresas tantam se proteger desta agência aérea (gol). Situação freqüente no mercado0, dada como resposta e a reação das empresas concorrentes, através de altas ofertas e promoções que possam sobressair da empresa que esta do topo.

Pontos Fortes: A empresa opera uma frota homogênea e econômica. Economia de combustível. A empresa possui uma frota de aeronaves modernas que possibilita a redução dos custos com peças. Além da alta tecnologia de sistema interno. Boas estratégias e um bom planajamento.

  1. Segundo a tipologia de Michael Porter, qual é a estratégia de negócio seguida pela Gol? Quais são suas principais vantagens competitivas?

R: Era uma estratégia para continuar reduzindo os preços e mantê-los abaixo dos das concorrentes. Seu objetivo é continuar inovando, buscando novas tecnologias, mantendo uma frota moderna e elevando sua produtividade por aeronave. Além disso, a Gol pretende continuar aumentando sua basede clientes por meio da oferta de vôos em rotas muito demandadas e em rotas pouco atendidas pelos concorrentes, O monitoramento das rotas e da ocupação dos aviões permite que a companhia realize alterações rápidas no número e no horário das decolagens. Desse modo, a organização planeja dar sempre a melhor resposta á demanda dos consumidores. Um exemplo disso são os executivos de médias empresas, que constituem um segmento com elevado potencial de crescimento para a Gol. Para conquistá-los, a companhia pretende realizar vôos nos horários mais utilizados por eles e com preços mais acessíveis, além de aumentar os investimentos em marketing voltado para esse segmento.

  1. De que forma as estratégias funcionais contribuíram para o alcance dos objetivos da Gol?

R: A agência estabelece as suas estratégias funcionais visando suprir as necessidades da população em massa. O que dava base para que estas estratégias fossem alcançadas eram gerar facilidades a população, como vôos em horários de pico, checkin eletrônico economizando o tempo de espera do cliente. O conjunto destas estratégias ao serem efetuadas foram agregando cada vez mais destaque e variedade, o que aglomerou clientes e importância no mercado nacional e internacional.

  1. Utilizando a matriz BCG e a matriz GE/McKinsey, qual é a posição ocupada pela Gol. No inicio das operações e atualmente, no portfólio de negócios da Holding Áurea? E qual é a posição das empresas de ônibus?

R: No inicio das operações a empresa tinha como alvo o público de classe, média, priorizando vôos domésticos. Já atualmente o campo de visão da companhia volta-se também a vôos internacionais, ganhando reconhecimento ao redor do mundo. Conquistou importância ao definir rotas não utilizadas pela concorrência. As agências aéreas destacam-se das empresas de ônibus pelo maior conforto oferecido aos clientes, além da agilidade, que atrai a clientela pela facilidade de transporte e pela variedade de horários, sendo disponibilizados vôos nos horários mais procurados pelas pessoas.

  1. Procure analisar o setor da aviação civil do modelos das cinco forças competitivas de Michael Porter.

R: Teve presença marcante no mercado pelo seu diferencial no custo. A diferenciação da GOL foi estabelecer baixas tarifas para atender as classes mais baixas. Seu foco principal era oferecer um serviço de qualidade com baixos custos, tanto para os usuários quanto para a empresa. Priorizavam os vôos domésticos e os horários alternativos tendo destaque no mercado, utilizando estratégias diferentes tendo seu espaço no mercado.

  1. A aquisição da Varig parece significar uma mudança na estratégia da Gol. Você concorda com essa afirmação? Será que a Gol conseguirá manter sua vantagem competitiva e seu modelo de negócios com a Virg?

R: Sim, concordamos. Com a aquisição da Varig a Gol vai ter mais clientela, e muito mais vantagens que a concorrências, pois os clientes que eram da Varig com certeza irão continuar. E como a Varig era a líder, com a aquisição a Gol ficará com muito mais vantagens, e sem mudar nada, mantendo seu modelo de negócio.

Acadêmicas: Carina, Débora, Eliziane, Laura, Tatiane S. Rosseti e Vanessa Miotto.

Postado por Vanessa Miotto

criado por nessamiotto01    19:37:47 — Arquivado em: Administração — Tags:

Estudo de caso - O Vôo da Gol

Gol, aviação se inseriu no setor de aviação brasileiro usando um modelo que já havia transformado no mundo outras empresas de mesmo segmento e que eram de médio/pequeno porte em organizações de grande porte, Low cost, low fare, baixo custo e baixa tarifa, traçou e instituiu essa política realizando somente vôos domésticos, sua frota é homogenia e utiliza aeroportos regionais de médio porte.

Sua visão, ganhar um mercado antes não explorado no Brasil, obter lucro reduzindo gastos, prestando serviço para uma classe que necessitava destes serviços, mas que não estava ao seu alcance, a classe econômica, sua missão fazer com que aquelas pessoas que só viajavam de ônibus passassem a se utilizar do transporte aéreo. A gol não mudou sua visão e missão inicial, adaptou-se ao mercado, criando ainda no Brasil uma tendência inovadora no segmento.

Os ponto forte da gol é o seu baixo custo operacional, um ponto fraco a ser estudado é a ameaça de concorrência, de empresas com mais experiência de mercado e prestígio, pelo fato de que estamos falando de uma empresa nova.

Tem como estratégia de mercado manter os preços abaixo da concorrência, ganhar mais mercado, tem por objetivo continuar inovando através de tecnologia e frota moderna, leva vantagem sobre as outras pois possui grande flexibilidade, terceiriza todos os serviços os quais julga ser melhor desempenhado por outras empresas especializadas.

As estratégias financeiras deram certas, tanto que a empresa voa com um percentual de ocupação de 73%, assim os custos irão baixar, as pessoas de classes B ou C não são acostumadas com tanto conforto, então não se importam com a falta de coisas supérfluas. Os vôos domésticos e as menores distâncias também contribuem para o crescimento da empresa.

A posição ocupada inicialmente era de um modelo tradicional, este aos poucos foi se esgotando, e com o enfraquecimento da concorrência a gol e as empresas de ônibus fizeram disso uma oportunidade para se lançarem ainda mais no mercado que atualmente se destaca cada vez mais.

A ameaça de novos entrantes é constante em um país democrático, a própria OCEAN AIR é a prova disto, produtos substitutos são praticamente inexistentes, mas um modelo de gestão empresarial que deu certo sempre corre o risco de ser copiado. O poder de barganha dos fornecedores não influencia tanto, pois as compras são feitas pelo menor custo. O cliente tem o poder de negociação perante a empresa, rivalidade entre ambas faz com que baixe os preços, mas também aumente a qualidade dos serviços.

A compra da Varig não significou mudança de estratégia por parte da gol, devido ao grande crescimento da organização no mercado interno se percebeu a necessidade de atender o mercado internacional, visando o aumento da participação e entrada no mercado internacional a empresa gol oficializou em março de 2007 a compra da Varig, esta viria a servir como porta de entrada no mercado internacional, pois tem muito prestigio e reconhecimento, espaço nos principais aeroportos, essa compra encurtou de mais o caminho para a liderança da gol.

Acadêmicos:

Marcelo de Mattos

Vanessa Land

Everaldo Chiarelo

Douglas Roberto Jochem

Samuel D’ Agostini

Postado por Marcelo de Mattos

mmattos@unochapeco.edu.br

criado por mmattos000    19:37:13 — Arquivado em: Administração

CONTEUDO: PAG: 160-161-162-163

Trabalho: ADM

Turma: A

Dia: 19/04/2010

Academicos:

Jakson G da Rosa

Cristieli Moraes

Renato da Silva Choai

Laura Gassion de Cezaro

Claisnei Andre Vani

CONTEUDO: PAG: 160-161-162-163

1) Conceitue, resumidamente, o modelo de negócios que a Gol utilizou para entrar no setor da avaliação civil do Brasil.

R: Sua idéia era estabelecer uma companhia de baixas tarifas para atender a demanda das classes mais baixas, que abrem mão de regalias e serviços luxucesos nas aeronaves, ou seja, implantar o modelo low cost, low fare (baixo custo, baixa tarifa).

2)Quais lhe parecem ser a missão e a visão da Gol? Você acha que elas mudaram ao longo dos anos?

R: A visão e a missão era de criar uma empresa de baixo custo, baixa tarifa que opera com frotas de aviões modernos e econômicos, oferecendo um serviço de bordo simplificado, menor custo com funcionários, operando com um sistema de vendas e não de reservas como as demais companhias.

A Gol manteve sua estratégia, seu objetivo era continuar inovando, buscando novas tecnologias, mantendo uma frota moderada e elevando sua produtividade por aeronave a única mudança que a Gol tomou foi de entrar no mercado aéreo internacional.

3) Faça uma análise SWOT para o inicio das operações da Gol?

R: Com o enfraquecimento da concorrência surgiu uma boa oportunidade para o lançamento de uma nova companhia de aviação. A idéia inicial era estabelecer uma companhia de baixos tarifas para atender a demanda das classes mais baixas, que abrem mão de regalias e serviços luxuosos nas aeronaves.

4) Segundo a tipologia de Michael Porter, qual é a estratégia de negócio seguida pela Gol? Quais são suas principais vantagens competitivas?

R: Só realizar vôos domésticos, reduzir os gastos com serviço de bordo, aumentar a produtividade por avião, diminuindo o tempo que os aparelhos permanecem no solo, ter uma frota homogênea e econômica, utilizar aeroportos regionais médios, onde as taxas cobradas das empresas são menores.

Vantagens competitivas:

* os aparelhos serem novos, que requerem menos tempo de manutenção e podem fazer escalas mais rápidas.

* a produtividade de sua frota é a maior do mercado brasileiro e uma das maiores do mundo.

* os vôos de madrugada ajudam a elevar a produtividade operacional.

* a empresa utiliza parte de seu compartimento de bagagens para fazer serviços de transporte de cargas.

* a flexibilidade e a eficiência operacional.

* os aviões são abastecidos nos aeroportos que cobram menores preços na venda do0 combustível.

5) De que forma as estratégias funcionais contribuíram para o alcance dos objetivos da Gol?

R: Contribuíram através do que tinha sido planejado, usando pontos estratégicos que auxiliam no desenvolvimento, no diferencial e no crescimento da empresa.

6) Utilizando a matriz BCG e a matriz Ge/mckinsey qual é a posição ocupada pela gol no inicio das operações e atualmente, no portfólio de negócios da holding Áurea? E qual é a posição das empresas de ônibus?

R: Constantino de Oliveira, presidente do grupo áurea holding que atua no ramo de transportes e engloba mais de 30 empresas de ônibus e mais de 6 mil ônibus _ sonha em ter uma auto aviação, tinha planos que ela fosse de baixa renda, especialmente pra pessoas de classe mais baixa.

Com o tempo isso foi se concretizando e seus planejamentos foram sendo pondo em pratica, cada passo que deu apartir do planejamento estratégico, foi apenas uma questão de tempo até a gol ganhar seu espaço no mercado de trabalho.

7)Procure analisar o setor da aviação civil a partir do modelo das cinco forças competitivas de Michael Porter.

R: Reduzindo os gastos, com realização de vôos domésticos, reduzindo gastos com serviço de bordo, diminui o tempo que o avião fica no solo, aproveitando o tempo que ele fica no ar, ter uma frota homogenia, reduzindo despesas com manutenção e combustível.

8)A aquisição da Varing parece significar uma mudança na estratégia da Gol. Você concorda com essa afirmação? Será que ab Gol conseguirá manter sua vantagem competitiva e seu modelo de negócio com a Varing?

R:Com o negócio o Gol aumento sua participação no mercado e ameaça a TAM, a Varing é a companhia com maior número de vagas para pousos e decolagens, no aeroporto considerado o mais rentável do país, que é o de Congonhas, São Paulo.

criado por jakson.rosa7    19:36:24 — Arquivado em: Administração

Análise do Filme “Uma Secretária de Futuro”

Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Curso Administração 1° Período Noturno B

Acadêmica: Karine de Freitas

CONCEITO DE PLANEJAMENTO:

Definir os objetivos – resultados ou estados futuros a serem alcançados – e planos – guias de ações necessárias para alcançar os objetivos.

APLICAÇÃO NO FILME: Tess McGill começa a trabalhar como secretária para uma conceituada executiva do ramo de ações, no intuito de poder crescer ao lado dela e tornar-se uma grande empresaria. Para alcançar este objetivo Tess não mediu esforços e planejou uma estratégia que aumentaria as vendas de ações da empresa.

CRÍTICAS AO PLANEJAMENTO:

O planejamento formal é os planos em documento escrito. O planejamento formal não responde adequadamente aos desafios de um ambiente dinâmico. Este tipo de planejamento cria rigidez, inibe a flexibilidade e a criatividade organizacional.

APLICAÇÃO NO FILME: a tão conceituada executiva, Katharine Parker, não aceitava a estratégia de Tess por medo de inovar, achando que a idéia seria um fracasso por fugir dos padrões adotas por ela e pela empresa.

TIPOS DE PLANOS:

Os planos são a tradução formal do planejamento em documentos que estipulam como os objetivos devem ser alcançados, a distribuição dos recursos e as atividades a serem realizadas. Eles podem ser classificados pelas seguintes características:

Abrangência – Os planos podem ser estratégicos, táticos ou operacionais. No estratégico o plano refere se a organização como um todo. No tático os planos traduzem os objetivos gerais em objetivos específicos de uma unidade da organização e o plano operacional identifica os procedimentos e processo específicos requeridos nos níveis mais operacionais da organização.

Horizonte Temporal – Define o tempo de duração do plano. No estratégico é de longo prazo (três anos ou mais), no tático é de médio prazo (geralmente um ano) e no operacional é de curto prazo (períodos curtos e variáveis, dependendo da atividade).

Grau de Especificidade – Os planos podem ser gerais ou específicos. Enquanto os planos específicos têm objetivos e atividades claramente definidos, os planos gerais são baseados em diretrizes gerais, importando o objetivo final e não a forma como será alcançado.

Permanência – Os planos podem ser classificados como permanentes ou temporários. Os planos permanentes são usados em situações predefinidas e se referem a tarefas desempenhadas rotineiramente. Já os planos temporários extinguem-se quando os objetivos que os sustentam são alcançados, são exemplos de planos temporários os projetos, cronogramas, orçamentos ou programas.

APLICAÇÃO NO FILME: Tess utiliza um plano com abrangência estratégica que visava beneficiar toda a empresa, com horizonte temporal de longo prazo. Quanto ao grau de especificidade, o plano era específico, deveria atingir diretamente empresários para que se adquirissem ações da empresa para qual trabalha, e com relação à permanência, seu plano era temporário - por se tratar de um mercado instável - a estratégia de mídia deve ser sempre inovada assim que atingido o objetivo.

ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA

Os fundamentos da estratégia empresarial - O conceito de estratégia é aplicável a uma situação de competição. Para poder coexistir, cada organização precisa ser diferente e possuir características únicas que a distingam das demais. Assim, a estratégia se refere ao caminho que a organização segue para conseguir sobreviver.

A estratégia necessariamente muda com o tempo para se adequar as condições ambientais; porém, para permanecerem competitivas, as organizações devem ser capazes de oferecer, de forma sustentável, mais valor a seus clientes do que os concorrentes.

A evolução do conceito de estratégia empresarial – A falta de rapidez e flexibilidade na resposta ás mudanças ambientais, ocorridas em 1970, abriram caminho para o surgimento do conceito de administração estratégica, que pressupõe a gestão integrada, equilibrada e abrangente dos recursos e ferramentas disponíveis.

A administração estratégica é uma abordagem contemporânea que busca combinar a formulação estratégia com sua implementação e controle.

A combinação da criatividade do pensamento estratégico com as metodologias próprias do planejamento estratégico permite a organização gerar estratégias mais adequadas a um ambiente competitivo turbulento.

O processo de administração estratégica – O planejamento começa com o diagnostico do posicionamento atual da organização. Em seguida, são analisados os ambientes interno e externo da organização e formulam-se novos objetivos e estratégias. Definido o rumo estratégico da organização, segue-se a etapa de implementação estratégica e, por fim, a avaliação e controle dos resultados. O processo é retroativo, uma vez que a informação coletada no controle estratégico é utilizada em novos processos de planejamento estratégico.

Níveis de decisão estratégica - A estratégia é um conceito que pode ser aplicado em diferentes níveis organizacionais, sendo necessário distinguir entre estratégias de níveis corporativo, de nível de negócio e de nível funcional.

A estratégia de nível corporativo é formulada pela administração de topo para supervisionar os interesses e as operações de organizações que atuam em vários negócios. A estratégia corporativa busca justificar cada um dos negócios e conferir sentido á sua articulação na organização.

A estratégia de nível de negócio busca traduzir a estratégia corporativa em um conjunto de ações e decisões relativas a um negócio específico. Ela define as principais ações pelas quais a unidade de negocio constrói ou reforça sua posição competitiva no mercado.

A estratégia de nível funcional diz respeito às opções estratégicas das áreas funcionais, como as finanças, o marketing, os recursos humanos e as operações. As estratégias funcionais são formuladas por gerentes ou diretores funcionais e têm como propósito apoiar e sustentar a estratégia de negócio.

O PAPEL DOS OBJETIVOS NO PLANEJAMENTO:

Hierarquia de Objetivos – Os objetivos apresentam-se de forma hierárquica, de acordo com o nível organizacional. No topo da hierarquia de objetivos estão a missão e a visão. A missão representa a razão de ser da organização, e é uma declaração escrita que descreve o propósito, os valores, os princípios e as linhas orientadoras da organização. A missão deve declarar: o escopo de negócio da organização, as necessidades básicas a serem atendidas, as competências centrais da organização, o mercado alvo, os princípios e valores centrais e o papel da organização na sociedade.

A visão é a declaração do que a organização deseja ser, da posição que ela deseja ocupar no futuro. A visão reflete as aspirações da organização, devendo ser apresentada como um desafio para seus membros.

Características dos objetivos eficazes - Os objetivos precisam ser bem definidos, e devem apresentar uma das seguintes características: Específicos; Mensuráveis; Desafiadores, porém alcançáveis; Definidos no tempo; Coerentes e Hierarquizáveis.

Sistemas de definição de objetivos – As organizações podem optar por dois sistemas de definição dos objetivos: a abordagem tradicional centralizada e a abordagem descentralizada.

O sistema tradicional de definição dos objetivos é baseado no pressuposto de que os administradores sabem o que é melhor para a organização, já que eles são responsáveis pela formulação dos objetivos.

A relação entre objetivos e desempenho – A relação entre os objetivos e o desempenho individual e organizacional é bastante complexa e tem sido objeto de pesquisa. O resultado permite concluir que: objetivos difíceis e desafiadores conduzem a níveis de desempenho superior, mesmo que sejam alcançados com menos freqüência que objetivos fáceis.

APLICAÇÃO NO FILME: O que Tess pretendia com sua estratégia era atingir primeiramente o proprietário da empresa. Ela acreditava que se conseguisse convencê-lo de que rádio estava em alto conceito, seria a mídia perfeita para marketing no momento, pois assim supriria a necessidade de inovação no mundo dos negócios, conquistando novos clientes. Usando de seu poder de persuasão, buscou conhecer o histórico da empresa a fundo e se infiltra na vida pessoal de seu superior para poder ter certeza dos argumentos que usaria na apresentação da idéia. Somente sabendo o que realmente importava para ele e para a empresa é que conseguiria o merecido prestígio para sua idéia e um novo status na vida profissional.

QUAL A GRANDE LIÇÃO QUE VOCÊ TIROU DO FILME?

R: A partir deste filme conclui que a experiência de vida e a ambição por um futuro melhor nos impulsiona a lutarmos pelo o que acreditamos ser o melhor, podendo assim alcançar nossos objetivos, tanto pessoais quanto profissionais. Para ser um vencedor não é tão necessário ter estudo, mas sim permitir-se desafiar, pois pouco vale o conhecimento se não tivermos iniciativa.

criado por freitas.karine    19:35:48 — Arquivado em: Administração, Administração

conceito de planejamento

1) Conceito de planejamento (Maximiliano)

Entende se por planejamento um processo de previsão de necessidades e racionalização de emprego dos meios materiais e de recursos humanos disponíveis, a fim de alcançar objetivos concretos em prazos determinados e em etapas definidas, a partir do conhecimento e avaliação cientifica da situação original.

2) Tipos de planejamento (Adelphino Teixeira da Silva)

Os principais tipos de planejamento são:

Planejamento especial: que é aquele que atingindo o objetivo deixa de ser utilizado, porque o programa foi cumprido e alcançado o objetivo desejado.

Planejamento geral: é usado muitas vezes de forma permanente.

3) Analise SWOT e suas utilidades:

A analise }PFOA ou analise SWOT é a essência de qualquer esforço de planejamento estratégico que exige que os gerentes avaliem as potencialidades, fragilidades, oportunidades e ameaças. Ocorrendo isso a empresa esta pronta para identificar suas forças e oportunidades especificas em uma organização que possa explorar.

4) Definição e exemplo de estratégia: (Learned Christensen Andrews Guth)

Estratégia é o padrão de objectivos, fins ou metas e principais políticas e planos para atingir esses objectivos, estabelecidos de forma a definir qual o negócio em que a empresa está e o tipo de empresa que é ou vai ser.

5) Definição e exemplo de vantagens competitivas: (Adelphino Teixeira da Silva)

Vantagem competitiva é a capacidade ou circunstancia que confere a uma organização uma vantagem relativa sobre seus rivais:

Exemplo: Lockbuster demonstrou ser muito competitiva em todos os mercados em que entrou devido a sua ampla locação de filmes e ao seu compromisso com o atendimento. Essas qualidades, altamente valorizadas pelos clientes e dificultam a vida das vídeo locadoras concorrentes.

6) O que é formulação estratégica de nível funcional? Com exemplos:

Formulação estratégica de nível funcional são estratégias específicas discriminadas para cada função dentro da empresa. Por exemplo, pode-se falar de um plano estratégico de finanças, manufatura outros, qualidade, marketing, etc. Que juntos compõem ou contribuem para o plano estratégico global da organização.

1-Conceito de planejamento

O planejamento corresponde ao estabelecimento de um conjunto de providencias a serem tomadas pelo administrador para a situação em que o futuro tende a ser diferente do passado; entretanto, a empresa tem condições e meios de agir sobre as variáveis e fatores de modo que possa exercer alguma influência; o planejamento e ainda um processo contínuo, um exercício mental que e executado pela empresa independentemente de vontade especifica do administrador. O planejar envolve um modo de pensar, um questionamento sobre o que será feito, como, quando,quanto e para quem será feito.

2-Tipos de planejamento e suas respectivas definições.

Planejamento estratégico; processo gerencial que possibilita ao executivo estabelecer o rumo a ser seguido pela empresa, com vistas a obter um nível de otimização na relação da empresa com o seu ambiente. E normalmente, de responsabilidade dos níveis mais alto da empresa e diz respeito tanto à formulação de objetivos quanto a seleção dos cursos de ação a serem seguidos para a sua consecução, levando em conta as condições externas e internas da empresa.

Planejamento tático; tem por objetivo otimizar determinada área de resultado e não a empresa como um todo. Portanto, trabalha com os objetivos e desafios estabelecidos no planejamento estratégico. O planejamento tático e desenvolvido a níveis organizacionais inferiores, tendo como principal objetivo a utilização eficiente dos recursos disponíveis para a consecução de objetivos previamente fixados, segundo uma estratégia predeterminada.

Planejamento operacional; pode ser considerado como a formalização, principalmente através dos documentos escritos, das metodologias de desenvolvimento e implantação estabelecidas. Portanto, nesta situação tem-se basicamente, os planos de ação ou planos operacionais.

3-Analise SWOT e sua utilidade

E uma espécie de fotografia das ocorrências nos ambientes organizacionais das suas considerações de forcas e fraquezas intrínsecas á organização, coletados no ambiente interno e de oportunidade e ameaças intrínsecas a organização, coletados no ambiente externo.

As estratégias funcionais aplicam-se as funções da organização ou as funções de cada unidade que atua em determinado ramo de negócios. As funções comuns a todas as organizações são Marketing, produção, finanças, recursos humanos e engenharia. As estratégias funcionais são formas de implementos ou objetivos definidos para o ramo ou unidade de negocio. (Teoria geral da Administração/da revolução urbana a revolução digital).

4-Definição e exemplo de estratégia;

E um caminho de decisões formuladas com o objetivo de orientar o posicionamento da empresa no ambiente;

São diretrizes e regras formuladas com o objetivo de orientar o posicionamento da empresa no seu ambiente;

E a determinação de metas básicas a longo prazo e dos objetivos de uma empresa e a adoção das linhas de ação e aplicação dos recursos necessários para alcançar essas metas (Chandler, 1962; 13);

E o conjunto de objetivos da empresa e a forma de alcançá-los (Buzzell et alli, 1977; 16);

E o conjunto de objetivos, finalidades, metas, diretrizes fundamentais para atingir os objetivos, postulados de forma a definir em que atividades se encontram a empresa, que tipo de empresa ela e ou deseja ser (Andrews, 1971; 28);

E um movimento ou uma serie especifica de movimento feito por uma empresa (Von Neumann e Morgenstern, 1947; 79);

Exemplo de estratégia;

Estratégia de sobrevivência.

Estratégia de manutenção

Estratégia de crescimento

Estratégia de desenvolvimento

5-Definição e exemplo de vantagem competitiva;

Pode ser definida como a vantagem que a empresa possui sobre seus concorrentes, estar atento ao ambiente político, econômico, social, tecnológico e ecológico. A vantagem competitiva de uma empresa pode ser resultado do ambiente onde ela opera da situação geral da empresa, bem como da postura de atuação de sua administração.

Exemplos;

Não tem concorrentes muito fortes;

Não tem problemas de suprimento de recursos financeiros, humanos e matérias.

Tem acesso a tecnologia inovadora

Tem boa imagem institucional.

6- O que e formulação estratégia de nível funcional; cite exemplos;

E formular a estratégia adequada para o funcionamento da empresa, o que a empresa realmente precisa para seu funcionamento,

Exemplo;

· As estratégias de marketing

· Estratégias de mercado

· As estratégias financeiras

· As estratégias de produção

· Estratégias de recursos humanos

Autor; Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira

Acadêmicos:

Cleucir Albertti

Luan Francisco

Jussara

criado por jakson.rosa7    19:35:16 — Arquivado em: Administração

4.4.10

Planejamento

Acadêmico:Karyn Alesandra Bernardi

Curso: ADM 1° período turmaB

Professora:Magda Bianchini Migliori

 

 

Planejamento e estratégia

Dentro da administração há quatro funções:planejamento,organização,direção e controle,sendo que o planejamento é a mais importante de todas. As organizações necessitam de um rumo,uma direção e é por meio do planejamento que os administradoresdefinem para onde a organização deve chegar.

 

5.1 Fundamentos do planejamento

Cabe aos administradores decidir qual qual rumo a empresa deve seguir e formular as estratégias e os planos necessários para alcançaros objetivos.

 

No filme Tess McGil aproveita uma oportunidade e tem estratégias para desenvolver seu conhecimento e tambem a se manter no cargo que excerce.

 

5.1.2 A importância do planejamento para a administração

O processo de planejamento faz com que administradores se afastam da rotina operacional e se concentrem na no futuro da organização tem foco tambem quando houver certas mudanças.

As vantagens e beneficios do planejamento são:

*Proporcionar senso de direção

No filme:É exposto uma idéia onde varias pessoas direcionam seus esforços para um objetivo comum.

*Focalizar esforços

No filme:Tess assim como os demais focalizaram seus ideias para um objetivo comum.

*Maximiniza a eficicincia

No filme:Tess criou prioridades para sua vida depois da oportunidade

*Reduz o impacto do ambiente

No filme:é visada alternativa para caso ocorrá mudanças ambientais

*Define parâmentro de controle

No filme:como Tess teria apenas um tempo curto para esxpor seus ideais foi necesseráio muita organização e planejamento para ter controle da situação

*Atua como fonte de motivação comprometimento

No filme:Cada um teria sua responsábilidade e sueus respectivos comprometimento.Tess se comprometeu muito como pessoa.

*Potencializa o autoconhecimento organizacional

No filme:teve vários pontos de vista para certas situações que poderiam ocorrer.

*Fornece consistencia

No filme:Tes tomou suas decisões conforme seu planejamento

 

5.1.3Críticas ao planejamento

Para ter um planejamento é necessário uma certa flexibilidade desde um estudo aprofundado de adversões até atitudes criativas inivadas e ousadas.

Tess aproveitou para mudar,se adaptar, junto com a mudança que ocorreu com sua vida profissional.

 

5.2Tipos de planos

Os planos são a tradução formal do planejamento em documentos que estipulam como os objetivos devem ser alcançados,descrevendo como os recursos devem ser alocados e quais as atividades devem ser realizadas.

Na sua Agenda Tess definia suas ações para seu projeto.

 

5.3 O papel dos objetivos no planejamento

Os objetivos podem ser classificados de acordo com sua natureza, nivel de formalização e processo de definição.

Tess teve suas argumentos para convencer as empresas a aceitarem seu projeto.

 

5.3.1 Hierarquia de objetivos

Deve-se ter clareza no propósito dos negócios,deve´se suprir as necessidades que a organização que a organização pretende-se fazer,deve-se explicar aonde atuam o mercado e quem são seus clientes,deve-se indicar seus principais compromissos e valores fundamentais e deve-se explicitar qual é a contibuição da organização para a sociedade.

Tess incluiu sua criatividade com a nessecidade de divulgaçaõ da empresa.

 

5.3.2Caracteristicas dos objetivos eficazes

É através dos objetivos que se obtem um senso de direção.

 

criado por magdamigliori    22:41:05 — Arquivado em: Administração

Planejamento e Estratégia

       Com a modernidade vem a competitividade a complexidade e o dinamismo e para sobreviver nesse mundo contemporâneo é preciso buscar a melhor direção e para isso é necessário planejamento.       

       O Planejamento é a mais importante função das quatro funções que fazem parte da administração. Que são elas: Planejamento, Organização, Direção e Controle. Todas estas funções estão diretamente interligadas, mas todas se originam do planejamento. Certamente um administrador que não domine essa função certamente não conseguirá organizar recursos, dirigir pessoas e controlar resultados.

5.1 Fundamentos do Planejamento

Objetivos:  Decisões essenciais, como chegar lá?

Para chegar aos objetivos que uma empresa deseja alcançar é preciso seguir um plano formulando estratégias. Jies (filme) planeja chegar aos seus objetivos, passa por dificuldades, mas avalia alternativas disponíveis e conclui a melhor maneira para alcançá-las.

5.1.1 Conceito de Planejamento

  O Planejamento compõe-se de duas atribuições: Objetivos: O que deve ser feito. Planos: Como deve ser feito. Jies tem objetivos e planos, desempenha suas funções perfeitamente trabalhando para chegar realmente aonde quer.

            5.1.2 A Importância do Planejamento para a Administração

O Processo de planejamento faz com que os administradores se concentrem no futuro da organização: Isso leva a:

·         Proporciona senso de direção – Objetivo comum.

·         Focaliza esforços – ação coletiva.

·         Maximiza eficiência – estabelece prioridades, evita desperdícios.

·         Reduz o impacto do ambiente – interpretação de mudanças.

·         Define parâmetros de controle – padrões de desempenho.

·         Motivação e comprometimento – identificação de pessoas com a empresa.

·         Autoconhecimento Organizacional – conhecer oportunidades e ameaças.

·         Consistência – decisões conforme o planejamento.

No filme a personagem age e defende suas idéias, não poupa esforços, é eficaz e eficiente, se compromete nas suas ações e busca conhecer as ameaças de perto e busca as oportunidades.

 

5.1.3 Criticas do Planejamento

Críticos argumentam que o planejamento formal não responde aos desafios do dinamismo, inibe a flexibilidade a criatividade e não busca a ousadia. Respondendo as criticas, a personagem do filme mostra que o mais importante é o grau de motivação e integração buscando resultados.

5.2 Tipos de Planos

Planos: Traduções do planejamento podem ser estratégicos, táticos ou operacionais. Podem ser de longo, médio e curto prazo e ainda gerais ou específicos. No filme a personagem usa de planos permanentes em sua rotina definindo cursos de ação e procedimentos. Usa também de planos temporários, pois projeta e programa suas atividades.

5.3 O Papel dos Objetivos no Planejamento

Objetivos: Resultados, intenções que se pretende alcançar por meio de recursos e esforços. Podem-se classificar de acordo com sua natureza. Nível de Formalização e Processo de Definição.

            5.3.1 Hierarquia dos Objetivos

No topo de uma organização está a missão e a visão.

A Missão representa a razão de ser uma organização, enquanto que a visão é a declaração do que a organização deseja ser. Portanto são essenciais, pois sem elas dificilmente poderia se definir objetivos e formular estratégias.

A personagem do filme deseja ampliar sua liderança e tornar-se admirada. Oferece seus serviços inovando suas idéias para melhor desenvolvimento da empresa.

            5.3.2 Características dos Objetivos Eficazes

Para que os objetivos sejam eficazes precisam ser bem definidos e apresentar estas características:

·         Específicos    

·         Mensuráveis

·         Desafiadores

·         Coerentes

·         Hierarquizáveis

·         Definidos no Tempo

5.3.3 Sistemas de Definição de Objetivos

Existem dois meios para a definição dos objetivos. A Abordagem tradicional centralizada e a descentralizada.

Os Objetivos são formulados no topo e subdivididos para cada nível. A idéia de envolvimento de todos os membros da empresa é fundamental no processo. A personagem do filme sofre, pois tem suas idéias e objetivos bem definidos, porém não tem o apoio necessário. Trapaceada vê suas idéias serem expostas por sua chefa. Porém no final da história se dá melhor a mais eficaz. Uma simples secretaria competente.

5.3.4 A relação entre Objetivos e Desempenho

Existe uma relação bastante complexa entre objetivos e desempenho individual e organizacional. Essa relação tem sido motivo de pesquisas. Defensores argumentam que a participação tem impacto no desempenho e induz as pessoas a estabelecerem objetivos mais audaciosos. Alguns criticam a relevância desse mecanismo gerencial.

 

5.4 Administração Estratégica

Resultado de um longo processo de consolidação de perspectivas.

            5.4.1 Os Fundamentos da estratégia Empresarial

A estratégia está relacionada com competição, muda com o tempo para adequar-se com o ambiente. Se a estratégia tem a ver com competição, concluímos que o melhor para uma organização é o seu diferencial.

            5.4.2 A Evolução do conceito de estratégia empresarial

Inicialmente chamada de política estratégica, era responsável pela definição de regras e procedimentos. Com a diversificação muitas empresas começaram a adotar um processo chamado de planejamento estratégico. Porém com a falta de flexibilidade, surgiu a necessidade de mudanças ambientais conceituada então como administração estratégica, ou seja, equilíbrio e integração.

            5.4.3 Processo de administração Estratégica

Uma seqüência de etapas que se inicia pelo diagnostico da situação atual, análise interna e do ambiente, formula-se a estratégia, a melhor traduz bons resultados.

            5.4.4 Níveis de Decisão Estratégica

Nível Corporativo: Supervisiona os interesses e as operações que atuam em vários negócios formulados pelo topo.

Nível de Negócio: Dá a estratégia corporativa um conjunto de ações relativas a um negócio específico.

Nível Funcional: Diz respeito a finanças, marketing, Recursos Humanos e Operações.

 

5.5 Analise Estratégica do Ambiente Organizacional

            5.5.1 Analise Ambiental – Ambiente externo

            5.5.2 Analise Interna – Ajuda a buscar recursos.

 

Principal Lição:

            Para chegar aonde queremos primeiramente devemos planejar com eficiência e eficácia, seguindo uma ordem formulando estratégias. Vale muito à pena agir de forma certa e coerente seguindo princípios de lealdade e fidelidade consigo e a organização. Trapacear alguém ou uma idéia não é beneficio para nenhuma parte. Uma empresa precisa de gente com idéias nos olhos, que saiba ter visão e decidir as estratégias para atingir os objetivos almejados com o planejamento e a organização da empresa.

criado por cristinamartins75    02:26:46 — Arquivado em: Administração

Posts mais antigos »

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://admunochapeco.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.